Maju Coutinho, apresentadora do “Jornal Hoje”, pediu desculpas pelo comentário que fez sobre o lockdown . À situação, a jornalista defendeu a medida de isolamento e declarou que para opositores “o choro é livre”.

“Anteontem, para reforçar a necessidade do isolamento social, eu usei, no improviso, uma expressão infeliz que precisava de um complemento para deixar bem claro o que eu queria dizer. Eu disse: ‘O choro é livre’. Com isso, eu quis dizer que por mais amargos que sejam as medidas de isolamento. Elas são necessárias para evitar o colapso do sistema de saúde”, iniciou Maju.

“Mas eu também entendo perfeitamente a dor dos pequenos, médios e microempresários que são obrigados a manter os negócios fechados. E vocês [telespectadores] são testemunha. Ontem mesmo exibimos uma reportagem sobre o assunto e eu desejei agilidade por parte do governo e do congresso para atender as necessidades dos empresários e das famílias que aguardam o auxílio emergencial”, acrescentou.

“Então eu reitero aqui o meu desejo, me desculpo pela expressão que usei anteontem e bola pra frente”, concluiu Maju.