Uma série de ações educativas serão promovidas pela Prefeitura de Manaus, no período de 14 a 18/12, referente à Semana de Combate ao Aedes aegypti, transmissor de zika vírus, dengue e chikungunya.

“Devido a pandemia da Covid-19, o trabalho de educação em saúde será feito em ambientes abertos, vias públicas, sem aglomeração de pessoas. A ideia é promover a sensibilização da população por meio de estratégias como a exposição de materiais audiovisuais, cartazes e faixas, em locais de maior circulação de pessoas”, informa o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi.

As atividades serão executadas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), em parceria com a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM).

Casos em Manaus

Em 2020, o município de Manaus registrou entre o mês de janeiro e o último dia 3 deste mês, um total de 820 casos confirmados de zika, dengue e chikungunya, sendo que em 2019 o número total de casos confirmados foi de 368.

Este ano, houve o registro de 769 casos confirmados de dengue, enquanto em todo o ano de 2019, o total foi de 271. Em relação à zika, os casos confirmados este ano chegaram a 47, apresentando uma redução de 11,3%, em comparação com o total registrado no ano passado.

Quanto aos casos confirmados de chikungunya, houve o registro em Manaus de quatro casos este ano, mostrando uma redução de 90,9% em relação a 2019, quando houve um total de 44 confirmações da doença, de acordo com o Sistema de Informação de Agravos de Notificação.