O Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) bateu um recorde de flagrantes de motoristas dirigindo alcoolizados neste final de semana. Foram 48 testes positivos de bafômetro.

Outros 13 motoristas se recusaram a fazer o teste e também foram autuados com as mesmas sanções aplicadas aos condutores flagrados no bafômetro: suspensão do direito de dirigir por 12 meses, multa de R$ 2.934,70, sete pontos na CNH, além de remoção do veículo.

“Os números são altos, mas do ponto de vista da segurança pública, é um dado positivo, porque nós estamos retirando essas pessoas alcoolizadas das ruas e, com isso, salvando vidas”, disse Rodrigo de Sá, diretor-presidente do Detran-AM.