A Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), vai investigar a morte do bebê Luís Felipe dos Santos Pereira Barbosa, que tinha 2 anos. Ele deu entrada na noite desta terça-feira (24), já em óbito no SPA da Galileia na noite desta terça-feira (24).

De acordo com o Boletim de Ocorrência (BO) registrado na Depca, por uma guarnição da Polícia Militar, que informou a morte de uma criança de dois anos, do sexo masculino, ocorrida naquela mesma noite, por volta das 21h, no Serviço de Pronto Atendimento (SPA) do Galileia, zona norte da capital.

De acordo com a delegada Joyce Coelho, titular da Depca, a mãe da criança foi ouvida na Especializada. Ela informou que no sábado (21/11), o filho apresentou quadro de febre e um abscesso na boca. No SPA ele foi medicado e posteriormente liberado para casa.

Ainda de acordo com a delegada, na segunda-feira (23/11), mãe e filho retornaram à unidade hospitalar com o quadro agravado, ocasião em que ele foi encaminhado a um odontopediatra para fazer o acompanhamento do caso. Após procedimentos com o especialista, a criança foi liberada, porém, na noite seguinte, a genitora retornou com o filho já em óbito.

A titular explicou que a morte está sendo investigada como suspeita de maus-tratos. Um exame de necropsia foi requisitado e as diligências continuam para apurar a verdadeira causa da morte da criança.