Policiais civis da 5ª Seccional centro-sul e do 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP), coordenados pelos delegados Deborah Barreiros e Mauro Soares, titulares das respectivas unidades policiais, prenderam, nesta quinta-feira (06), um mecânico, 58 anos, em razão de sentença condenatória. O indivíduo foi condenado a 23 anos de reclusão por abusar sexualmente da filha da ex-companheira dele, que, na época da denúncia, em 2011, tinha apenas oito anos.

Durante coletiva de imprensa, nesta sexta-feira (07), às 14h30, no prédio da unidade policial, na avenida Nilton Lins, bairro Flores, a delegada Deborah Barreiros informou que os atos criminosos ocorreram em reiteradas ocasiões e muito antes da denúncia ter sido formalizada, quando a vítima era ainda mais nova.

“Os abusos sexuais tiveram início depois que o indivíduo passou a manter um relacionamento amoroso com a mãe da vítima. Ele aproveitava os momentos em que ficava sozinho com a criança, quando a mãe dela saía para trabalhar, e consumava os atos criminosos”, disse a delegada.

Ainda de acordo com a autoridade policial, em 2011, um familiar acabou descobrindo o que estava ocorrendo e formalizou a denúncia. A menina relatou que era abusada há bastante tempo e que ele oferecia uma pequena quantia em dinheiro para que ela permanecesse em silêncio.

Procedimentos – O infrator foi condenado a 23 anos de prisão em regime fechado por estupro de vulnerável. Após os procedimentos cabíveis na unidade policial, ele será encaminhado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficará à disposição da Justiça.