Os delegados da capital amazonense e policiais militares foram alvos de ameaças feitas por um perfil no Facebook no último domingo (12). O suposto salve teria partido de um membro da facção Comando Vermelho.

No texto que foi apagado, após a repercussão nas redes sociais, a facção estaria inconformada com os prejuízos que os agentes da lei vêm causando ao tráfico, que podem estar relacionadas as apreensões que, até junho deste ano já totalizaram 3 toneladas.

Intitulado como ‘Tropa Do Mn G Caçador De Fdcu’, o perfil disse que os policiais iriam “rodar na bala” e levar “rajada de fuzil na cara”, e que a partir de agora vão agir como os traficantes do Rio de Janeiro e dizem que irão vingar ‘Roleta’, fazendo menção ao traficante Enilton Cordovil Coelho morto no dia 21 de maio durante operação do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), em Sergipe para prendê-lo.

Ameaças foram feitas ainda contra os delegados Guilherme Torres (19ª DIP), Juan Valério (Fera), Sinval Barroso (Seccional Centro-Oeste) e Paulo Mavignier (Denarc).

A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM) respondeu em nota que apura a veracidade das supostas ameaças feitas às autoridades policiais da instituição, em uma rede social. Caso sejam comprovadas as tentativas de intimidação, os autores irão responder criminalmente.

Além disso, a Polícia Civil ressalta que, independente das ameaças, comuns no meio policial, os trabalhos seguem firmes e os delegados estão preparados para lidar com esse tipo de situação.