O Amazonas registrou apenas três casos de feminicídio  nos cinco primeiros meses deste ano. Os dados são da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). Aparentemente, esses números podem dar a entender que as mulheres estão mais seguras. Mas não estão, nem de perto. Basta dar uma detalhada para ver o que acontece, e saber que muita coisa aconteceu e ninguém fica sabendo. Em todo o Brasil, inclusive no Amazonas, a violência doméstica aumentou durante a pandemia. Só aqui, no Estado, foram 5.241 casos registrados. Aumento de 27%.  Mortes covardes como a da miss Manicoré, Kimberly Motta, provam que não há nada para se comemorar.

TIRO ACIDENTAL:

A polícia tem um desafio e tanto para esclarecer. Saber se o tiro que o padrasto deu e matou Yasmim foi acidental, ou proposital. A menina de 3 anos não resistiu ao ferimento causado por uma bala de calibre 32. A família afirma que foi de propósito. O atirador, que foi sem querer. Além disso, é preciso saber porque ele guardava uma arma em casa e porque resolveu mexer nela ao lado da criança que brincava no quintal. Uma morte dessa forma precisa ser investigado a fundo.

PRA QUE TORNOZELEIRA?

Thyelle da Silva Meireles foi presa com droga, fuzil e tocando o terror no interior. Mas acabou solta e depois de condenada rompeu a tornozeleira, passando dez meses foragida. Para que serve esse acessório é algo que o Brasil ainda não descobriu. O bandido desliga, solta ou destrói o aparato que era para vigiá-lo. Some no mapa e ninguém percebe Deve ser algum enfeite, última moda entre a bandidagem. Trabalho em dobro para a polícia, que prende duas vezes ou mais a mesma peça rara.

LANCHA ATROPELA CANOA

Morreu no domingo passado um canoeiro identificado como Raimundo José Monteiro da Costa, 58, atropelado por uma lancha. O condutor do veículo sequer foi identificado. Os rios do Amazonas estão iguais as ruas e estradas de Manaus e do Amazonas. Terra de ninguém. Cada um que se salve.  E com a chegada do verão, a situação tende a piorar.

 

NINGUÉM MERECE

É tanto candidato prometendo salvar o mundo, aliás, pré-candidato, que a gente até acredita.

E pior que são os mesmos que toda eleição aparecem com o milagre.

Manaus precisa dar uma boa renovada nessa turma. Sangue novo.

Nosso sangue de barata não suporta mais tanta mentira.