Wendel Oliveira da Silva, conhecido como “Olhão”, foi preso em Autazes, após quase quatro meses sendo procurado Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), pelo homicídio de Wanessa Gonçalves da Silva, que tinha de 18 anos. O crime aconteceu no 21 de março, na avenida Brigadeiro Hilário Gurjão, bairro Jorge Teixeira, zona leste da capital.

Conforme o delegado Charles Araújo, na ocasião do crime, o infrator efetuou um disparo de arma de fogo que atingiu a cabeça da vítima. Segundo Araújo, o delito ocorreu pelo fato do infrator não aceitar o fim do relacionamento com Wanessa.

A ordem judicial em nome de Wendel foi expedida no dia 27 de março deste ano, pelo juiz Caio César Catunda de Souza, da Central de Plantão Criminal e hoje (8), ele foi preso pelas equipes ECO da Guarda Civil de Autazes e da DEHS de Manaus.