Wanderley, vulgo Pajé; Augusto Sérgio, Vulgo Orelha; Kellysom Garcia, vulgo Litrão; Romulo Garcia, vulgo Curirim, suspeitos de integrar uma organização criminosa ligada ao tráfico de drogas, tentativa de homicídio e expropriação de residências na comunidade Beiradinho, localizada ao lado da Delegacia Geral da Polícia Civil, no bairro da Chapada, zona centro-sul de Manaus, foram presos nesta terça-feira (21/07) durante operação da Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM).

Os mandados de prisão temporária e de busca e apreensão foram cumpridos na comunidade. Um mandado de prisão foi cumprido na Unidade Prisional do Puraquequara, no bairro de mesmo nome na zona leste da capital. No sistema prisional, foi cumprido o mandado de Felipe Nogueira da Silva, apontado como gerente do tráfico na área, e que compartilhava o comando de ações criminosas com outro presidiário. Foram cumpridos, ao todo, 13 mandados judiciais de prisão e busca e apreensão.

As investigações ocorreram entre os meses de maio e junho, a partir do registro de boletins de ocorrência e de, pelo menos, oito denúncias contra o grupo criminoso feitas ao 181, o Disque-denúncia da SSP-AM.

De acordo com o delegado Guilherme Torres, titular do 19° DIP, além de atuar no tráfico de drogas, essa organização criminosa ameaçava e expulsava moradores da região para a ocupação irregular dos imóveis. Um dos casos ocorreu no mês de maio, quando o proprietário do imóvel escapou de ser esfaqueado.

Os suspeitos faziam ameaças aos moradores usando armas de fogo, armas brancas e tacos de basebol. Durante as diligências hoje, as equipes policiais localizaram cadernos com anotações sobre o comércio de drogas na região.