A sargento do Exército Bruna Carla Borralho Cavalcante de Araújo é mais uma vítima da violência que toma conta dos quatro cantos do Brasil. Ela foi morta por bandidos, na frente do marido, da irmã e dos sobrinhos, no Rio de Janeiro.

O carro dela quebrou em Duque de Caxias, quando os bandidos chegaram, deram os tiros e mandaram todos descerem, levando o veículo. Bruna morreu na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Pilar; Ela era lotada no 21º Batalhão de Paraquedistas.

A Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense investiga o caso. Em nota, o Comando Militar do Leste informou que o “CML está prestando todo suporte à família, além das medidas administrativas cabíveis para elucidação dos fatos”.