O Sindicato dos Peritos Oficiais do Estado do Amazonas (Sipoeam), registrou denúncia contra uma mulher de 46 anos que estava se passando por perita criminal da Polícia Civil nas redes sociais, inclusive oferecendo cursos e palestras, conforme o Boletim de Ocorrência (BO) registrado na Delegacia de Repressão à Crimes Cibernéticos (Dercc) e, posteriormente, transferido para o 6° Distrito Integrado de Polícia (DIP), no dia 23 de novembro deste ano.

Segundo o delegado Vinicius Silveira, titular do 6° DIP, os policiais iniciaram o trabalho investigativo acerca do caso e requisitaram à Justiça, o pedido de quebra do sigilo telefônico e perícia para a página dela no Facebook, com o intuito de constatar a materialidade dos fatos.

A autoridade policial informou, ainda, que todas as providências foram tomadas e a mulher foi notificada comparecer na unidade policial, nesta terça-feira (1°/12), para prestar esclarecimentos. Na ocasião, ela foi ouvida e assinou um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) pelo crime de falsa identidade e o caso foi enviado à Justiça.