A pedagoga Carina Pinheiro Fontenelle, que tinha 41 anos, morreu e o marido dela, Gelcimar Gama de Oliveira, 44 anos, ficou ferido após ter a casa deles invadida por um homem identificado apenas como “Loirinho”. O caso aconteceu no ramal do UDV, quilômetro 4, vacinal do Ramal do Brasileirinho, Distrito Industrial 2, zona leste.

Segundo informações preliminares da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), Gelcimar foi ferido na região do quadril e Carina morreu ao ser baleada nas costas.

De acordo com os vizinhos, o atentado pode ter acontecido por conta de uma suposta dívida do casal com o autor do crime. O homem teria trabalhado de caseiro para o casal e teria ido cobrar R$ 60 mil. Gelcimar teria tentado um acordo, mas ‘Lorinho’ não aceitou e atirou contra eles.

O caso será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).