Silas Costa Santana,31 anos, e Isaías Farias Nunes, 25, foram assassinados dentro da Delegacia Interativa de Polícia de Novo Aripuanã, na manhã de quarta-feira (17). Armas foram roubadas do local.

A polícia foi informada do crime pelo vigia, que chegou pela manhã e encontrou os corpos jogados no local. Os detentos tinham perfurações de facas e tiros. Os autores do crime também arrombaram as salas e levaram 03 armas de fogo espingarda cal.12.

Silas respondia por estupro, e Izaias por latrocínio.

Ao ser questionada sobre a motivação da delegacia estar sem monitoramento, a Polícia Civil afirmou que o delegado está afastado das funções e os policiais em tratamento da Covid. Uma equipe da Rocam já desembarcou na cidade atrás dos suspeitos.

Com a morte da dupla, já se soma o 5 detentos executados na unidade policial, do total de 3 invasões.