Que a boca é a porta de entrada para o novo coronavírus todo mundo já sabia, mas pesquisadores descobriram que o vírus fica também na gengiva não apenas no pulmão, como se pensou anteriormente.

A descoberta pode explicar porque as pessoas assintomáticas transmitem a doença.

Os pesquisadores da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (UPS), ao fazer testes, encontraram pela primeira vez a presença do Sars-Cov-2 na gengiva de pacientes infectados pela Covid-19. O que indica que a contaminação se faz presente pela boca.

Portanto, o vírus não chega à cavidade bucal por secreções vindas do pulmão ou nariz, ele já se encontra na saliva por meio do tecido periodontal – gengiva e parte do osso que reveste os dentes.

Ou seja, de acordo com os pesquisadores, independentemente de uma pessoa apresentar sintomas – tosse e espirro, por exemplo – ou não, ela pode transmitir a doença, pois o vírus já se encontra presente na boca, podendo ser expelido na fala. Ou seja, a principal constatação do estudo é: a saliva está contaminada, o que é diferente de quando ela se contamina com secreções.