A Petrobras vai aumentar nosso gás de cozinha pela oitava vez este ano. Ou o sujeito passa a comer salada crua, ou vende a janta para comprar a botija. Seja lá qual for a conta, quem paga sempre é o coitado do consumidor. Em plena pandemia, com todo mundo na pindaíba, um produto de primeira necessidade dispara e furo o bolso do brasileiro. A mesma lógica que se vê nas bombas de combustível, onde a gasolina varia de preço de acordo com o humor dos donos dos postos.

MOTORISTAS DE APP

Praticamente todo dia um motorista de APP é sequestrado, assaltado e tem a vida ameaçada por bandidos. O descontrole é tão grande, que um grupo deixou a profissão de lado e montou uma quadrilha de morte; A quadrilha pegou a pessoa errada e matou. A polícia prendeu a quadrilha. Enquanto isso, os motoristas de bem continuam em perigo, pois os bandidos, assaltantes e matadores de motoristas continuam soltos. Tá tudo errado nessa conta.

PAÍS DOS OBESOS

Um dos efeitos do ficar em casa é o ganho de peso. Entre 2003 e 2019, a proporção de obesos na população com 20 anos ou mais de idade do país mais que dobrou, passando de 12,2% para 26,8%. No período, a obesidade feminina passou de 14,5% para 30,2% e se manteve acima da masculina, que subiu de 9,6% para 22,8%. Já a proporção de pessoas com excesso de peso na população com 20 anos ou mais de idade subiu de 43,3% para 61,7% nos mesmos 17 anos. Entre os homens, foi de 43,3% para 60% e, entre as mulheres, de 43,2% para 63,3%.

VACINA DA COVID

O mundo tem 44 vacinas da Covid em estudo. Os cientistas afiram que no primeiro semestre de 2021, provavelmente termos mais de uma disponível no mercado. É um negócio de trilhões de dólares. Não há porque duvidar que o Brasil terá uma, ou várias. Mas antes é preciso que elas sejam aprovadas. O que não é o caso, ainda. O único remédio é a prevenção.

 

PONTE ESCURA

A Ponte Rio Negro continua às escuras. Um dos cartões postais de Manaus vai se apagando à noite e parece esquecida pelo poder público, assim como o restante da estrada que segue para as cidades da região metropolitana de Manaus. Que tristeza.

 

NINGUÉM MERECE

A maior prova que a população não confia na segurança pública, é essa mania de matar bandidos.

Não confiam na segurança e nem nas Leis, feitas para soltar bandidos.

Aniversário de Manaus não terá festa oficial pela primeira vez.

Tanto em respeito aos mortos da pandemia quanto em prevenção contra o vírus.

Flamenguistas já até esqueceram de Jesus.