A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio do 18º Distrito Integrado de Polícia (DIP), efetuou, nesta quarta-feira (02/09), por volta das 20h, a prisão em flagrante delito de Paulo Henrique da Hora Matta, 24, pela prática dos crimes de tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo com numeração suprimida. A prisão ocorreu na avenida Max Teixeira, conjunto José Bonifácio, bairro Colônia Santo Antônio, zona norte da capital.

De acordo com o delegado Ricardo Cunha, titular da unidade policial, as investigações sobre o caso iniciaram após denúncias anônimas, feitas por meio do disque-denúncia (92) 99292-1015 do 18º DIP, relatarem que, na região mencionada, um indivíduo utilizava uma motocicleta para comercializar entorpecentes e que o mesmo fazia uso de arma de fogo.

Conforme a autoridade policial, durante campana na região apontada pelos denunciantes, a equipe de investigação avistou a motocicleta informada nas denúncias e fizeram a abordagem. Na ocasião, foram encontrados com o indivíduo quatro porções de entorpecentes do tipo cocaína. “No momento da abordagem, questionamos o infrator a respeito da arma de fogo mencionada nas denúncias. Ele nos informou que utilizava o armamento para se proteger e que ela estaria na residência dele”, disse o titular.

Ainda segundo Cunha, a equipe de polícia se deslocou para a casa do indivíduo, no bairro Flores, onde foram encontrados mais entorpecentes e objetos utilizados para divisão, mistura e embalo do produto ilícito.

No total, foram apreendidos oito porções de entorpecentes do tipo cocaína, uma balança de precisão, uma tesoura, um celular, um prato, uma colher, uma faca, o veículo utilizado para a prática do crime, R$ 510 em espécie, um revólver calibre 38 com numeração suprimida e quatro munições não deflagradas.

Procedimentos – Paulo Henrique da Hora Matta foi autuado pelos crimes de tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo com numeração suprimida. Após os procedimentos cabíveis na unidade policial, ele será encaminhado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT) e ficará à disposição da Justiça.