A Polícia Civil instaurou um inquérito policial para investigar um suposto caso de estupro de uma mulher de 69 anos, que tem transtorno mental e dependência alcoólica. De acordo com servidores da 48ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Maués (distante 258 quilômetros em linha reta da capital), na ocasião do crime a vítima, estava na companhia de um homem, 35, que também é dependente alcoólico, durante a madrugada de segunda-feira (1°/02), bebendo em via pública, quando mantiveram relações sexuais ao lado de uma residência.

Após o fato, o indivíduo queria que a mulher desse dinheiro a ele, por ter sido beneficiada com o ato, porém a mesma se negou a pagar e o indivíduo tentou agredi-la. Pessoas que passavam na rua viram a ação, chamaram a polícia e os dois evadiram-se do local.

Pela manhã, por volta das 9h, a mulher foi localizada pelos policiais na rua da Saudade, e o homem foi encontrado às 9h20, na orla do município. Os dois foram levados à DIP para os procedimentos cabíveis. Lá ela negou-se a prestar qualquer tipo de denúncia ou esclarecer a situação, e em um determinado momento evadiu-se da delegacia.

O homem permanece na delegacia para prestar depoimento sobre o caso. Não houve prisão em flagrante, pois a vítima se recusou a fazer qualquer exame ou prestar denúncia. Diante disso, um Inquérito Policial (IP) será aberto para apurar as circunstâncias do fato, e, após os procedimentos cabíveis na unidade policial o indivíduo será liberado.