Se aproximando do fim do segundo mandato, o prefeito Arthur Neto passa de ano na avaliação do manauara, com ressalvas. Apesar de Manaus atravessar o momento mais turbulento da história, por conta da pandemia, Arthur conseguiu o que poucos prefeitos conseguiram: manter a cidade em dia e com as contas pagas. O hospital de Campanha que salvou centenas de vidas, o fato de não ser envolvido em denúncias de corrupção e as recentes obras de mobilidade urbana certamente contribuíram para o desempenho do tucano nas pesquisas.

Arthur Neto segue em São Paulo, em tratamento de saúde, mas a cidade continua operante. Aos 74 anos o prefeito de Manaus completa em dezembro sua terceira passagem pelo comando da cidade, a segunda consecutiva, e certamente deixa sua marca na história.

As entrevistas foram realizadas nos principais pontos de aglomeração da cidade: Terminal de Integração 1 (Centro), Terminal de Integração 2 (Cachoerinha), Terminal de Integração 3 (Cidade Nova), Terminal de Integração 4 (Cidade de Deus), Terminal de Integração 5 (São José Operário) e parada de ônibus da Praça
da Matriz (Centro).  A margem de erro é de 2%.

 

ARTHUR CHEGA À RENTA FINAL DO SEGUNDO MANDATO

 

AVALIAÇÃO ENTRE HOMENS E MULHERES 

AVALIAÇÃO POR IDADE

AVALIAÇÃO POR ESCOLARIDADE 

AVALIAÇÃO POR ZONA DA CIDADE