O prefeito Arthur Virgílio Neto está em fase final do tratamento médico da infecção causada pelo novo coronavírus e, conforme boletim médico emitido pelo hospital Sírio Libanês (SP) nesta quarta-feira, 22/7, “deve ter alta no início da próxima semana”, confirma o documento. A primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro, que também testou positivo para a Covid-19, já está recuperada e sairá da unidade juntamente com o prefeito.

“Estamos ansiosos por retornar à nossa rotina, mais que isso, estamos agradecidos por sairmos vitoriosos da luta contra esse vírus perigoso”, disse Virgílio. “Reforço aqui o alerta para toda a população, para que se mantenham vigilantes, não descuidem das medidas de prevenção. Apesar da redução de casos em algumas cidades, não há o que se comemorar, não existe, ainda, pós-pandemia”, alertou o prefeito de Manaus.

Arthur Neto e sua esposa tiveram o diagnóstico da Covid-19 no dia 29/6, dando início ao tratamento no hospital Adventista de Manaus. Para que pudesse realizar o acompanhamento da cirurgia para retirada do câncer na próstata, realizada há alguns anos, Virgílio continuou o tratamento no Sírio Libanês, que já possui todo seu histórico médico. Ele e a primeira-dama estão na unidade hospitalar paulista desde o último dia 6/7.

“O Neto está muito bem e mostrou ter um sistema imunológico fortalecido. Seu comprometimento respiratório foi bem baixo e, graças a Deus, não precisou de cuidados mais intensivos. Como o guerreiro e lutador que sempre foi, sairá dessa com mais uma vitória”, brincou Elisabeth Valeiko, finalizando que não veem a hora de reencontrar a família, os amigos e todas pessoas que acompanham as ações do prefeito, sempre presente nas ruas da cidade de Manaus.