O presidente assinou nesta sexta-feira (26), o Decreto nº 10.661 (íntegra) que viabiliza a nova rodada do auxílio emergencial.

A previsão é que o benefício comece a ser pago em abril, mas de acordo com o Ministério da Cidadania, o calendário de pagamentos será divulgado nos próximos dias.

O benefício será de quatro parcelas mensais de R$ 250. O pagamento será realizado de maneira automática, ou seja, independentemente de solicitação, desde que atendidos os requisitos de elegibilidade em dezembro de 2020.

 

Eis um detalhamento:

R$ 150 – quem mora sozinho;

R$ 250 – famílias com mais de um integrante;

R$ 375 – mulheres que são as únicas provedoras de suas famílias.