A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da equipe de investigação do 25º Distrito Integrado de Polícia (DIP), na manhã desta terça-feira (02/02), por volta das 9h30, prendeu Willian Moura da Costa, de 32 anos, em cumprimento a mandado de prisão temporária pelo crime de homicídio, ocorrido no dia 4 de outubro de 2020, no bairro Japiim, zona sul da cidade.

De acordo com o delegado Márcio André Campos, titular da unidade policial, o mandado de prisão em nome do indivíduo foi expedido pela 1ª Vara do Tribunal de Júri. “Após a ordem judicial ser expedida, iniciamos as diligências e conseguimos efetuar a prisão dele na rua Nelson Mandela, bairro Zumbi dos Palmares, zona leste da capital”, explicou ele.

Encaminhado ao prédio do 25º DIP, Willian irá responder por homicídio. Após a realização de corpo de delito e interrogatório na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), ele será encaminhado para a Central de Recebimento e Triagem (CRT), onde ficará à disposição da Justiça.

 

O crime

O técnico de internet Anderson da Silva e Silva, que tinha 36 anos, morreu na tarde do dia 4 de outubro, na rua Álvaro Leite, bairro Japiim, zona sul de Manaus. A vítima supostamente estaria no local a trabalho.

A polícia ouviu duas versões de testemunhas que relataram ouvir os disparos, a primeira seria de que Anderson teria ido até o local cobrar uma dívida de internet e o inadimplente não ficou satisfeito com a cobrança e teria perseguido e assassinado a vítima com um tiro que atingiu a costela.

A outra versão ouvida da boca do povo, seria que Anderson estava no local instalando um cabo de internet, o homem se aproximou armado e perguntou se ele estava instalando câmeras, ele negou, mas assustado correu e foi perseguido.