A produção de caminhões zero quilômetro no Brasil vem crescendo em um bom ritmo, após a brusca desacelerada causada pelo cenário do Coronavírus. De acordo com dados apresentados pela Anfavea, associação que representa as montadoras, foram produzidos 11.474 caminhões no Brasil em novembro, número 30,9% que no mesmo mês de 2019, quando a produção foi de 8.764 unidades.

No comparativo com outubro, as linhas de montagem também produziram mais. Foram fabricados, em outubro, 10.902 unidades, 5,2% menos que em novembro.

Apesar da alta mensal, no acumulado do ano, a produção ainda está menor do que em 2019. Entre janeiro e novembro de 2019 foram produzidas 107.502 unidades, ante 80.451 unidades deste ano. Com isso, a retração está em 25,2%.

O maior número de unidades produzidas ainda é de caminhões pesados, os cavalos-mecânicos, com 5.718 unidades produzidas em novembro de 38.869 unidades no acumulado do ano.

O segundo segmento mais representativo é o de semipesados, com 3.489 unidades produzidas em novembro, e 24.362 no ano.