A cratera na rua Henrique Martins, no centro de Manaus, está aberta desde maio deste ano, e até o momento pouca coisa foi feita para corrigir o problema.

Segundo o presidente da Associação Comercial do Amazonas, a maior preocupação dos comerciantes é que as compras de dezembro podem acabar sendo prejudicadas pela cratera.

Ele ainda disse que foi informado pelos técnicos que dois imóveis terão de ser demolidos, mas a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) ainda não tem uma previsão de quanto tempo as obras irão durar.