A Polícia Civil do Amazonas (PC-AM), por meio da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM) da zona norte/leste, resgatou, nesta sexta-feira (11/12), por volta das 10h30, uma mulher de 55 anos com transtornos mentais que se mantinha trancada, em casa, com a filha deficiente mental de 23 anos, no bairro Colônia Terra Nova, zona norte de Manaus.

 

Segundo a delegada Wagna Costa, titular da Especializada, o ex-companheiro da mulher procurou a unidade policial, nesta sexta-feira, para informar que a ex-mulher e a filha do casal não saiam há dias e o mesmo não sabia se estavam se alimentando. Após ter ciência do caso, uma equipe de investigadores se deslocou imediatamente ao local.

 

“Ao chegarmos na residência, os vizinhos nos afirmaram que não as viam há quatro meses. A mulher se recusou a abrir a porta e se fez necessário ajuda de uma psicóloga e uma assistente social. Após muito diálogo, ela permitiu que a equipe entrasse, e logo foi notada uma infecção na parte de seus seios e dada gravidade da inflamação, ela foi levada imediatamente para a cirurgia”, detalhou a autoridade policial.

 

De acordo com a delegada, além dos ferimentos graves, ela também apresentava sinais de delírios mentais, ocasião em que a equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada.

 

Procedimento – Mãe e filha foram acompanhadas pelo Sistema de Apoio Emergencial à Mulher (Sapem) e passaram por exames psicológicos e clínicos. A jovem de 23 anos ficará sob os cuidados do pai, e será instaurado um procedimento para apurar o cárcere privado e maus tratos por inanição.