O rio Negro pode atingir a cota máxima de 29,45m no Porto de Manaus em 2021. A previsão é do Serviço Geológico do Brasil (SGB-CPRM). Esse valor para o pico da cheia representa uma média. Considerando um intervalo de confiança de 90%, segundo o modelo utilizado, a previsão é que a cota máxima esteja dentro da faixa de 28,55m a 30,35m. Dentro desse intervalo, a probabilidade que o rio atinja a cota de inundação (27,50 m) é de 99% e a probabilidade que o rio atinja a cota de inundação severa (29,00 m) é de 80%.

A probabilidade de que esteja em curso uma cheia tão grande quanto a de 2012, ano da máxima histórica, existe, mas é de aproximadamente 17%. O prognóstico foi divulgado pelo SGB/CPRM, empresa ligada ao Ministério de Minas e Energia, na manhã desta quarta-feira (31), durante o tradicional Alerta de Cheias de Manaus, que acontece desde 1989.

O alerta se estendeu para as cidades amazonenses de Manacapuru e Itacoatiara. A pesquisadora Luna Gripp, do SGB-CPRM, e o meteorologista Renato Senna, do Sistema de Proteção da Amazônia (Sipam), explicaram como devem se comportar os rios nestes locais em virtude das chuvas registradas até março de 2021.