Nesta quarta-feira (9), o Rio Negro mantém os 30 metros em Manaus. Desde o dia 5 de junho, o nível da água está estável. Essa é a maior cheia da história, ultrapassando a cheia de 2012, que registrou 29,97 m.

Conforme boletim da Defesa Civil divulgado nesta quarta-feira, em todo o Amazonas, um total de 455.573 pessoas foram atingidas pela cheia. Em Manaus, pelo menos 15 bairros foram atingidos, de acordo com o órgão.

A previsão do Serviço Geológico do Brasil (CPRM) era que o rio chegasse à cota máxima de 30 metros A expectativa é que, agora, o nível do rio comece abaixar.

De acordo com o órgão, abaixo dos 27 metros o nível do rio é considerado patamar normal para a cheia.

Foto: Divulgação