A paraense Karina da Costa Amoras, que tinha 40 anos, foi morta a tiros na noite desta quinta-feira (13), na rua rua Lobo D’Almada, bairro Centro, zona Sul de Manaus.

De acordo com o Segundo o Supervisor de Área da 24ª Companhia Interativa Comunitária, ela foi morta com quatro tiros, por duas pessoas que chegaram a pé, cometeram o crime e em seguida fugiram correndo do local. Ainda de acordo com a polícia, a mulher trabalhava como chapeira na rua Mauá, próximo da área onde foi morta.

Essa região é bastante conhecida pelos bares e comércio sexual de mulheres e travestis, além da movimentação de tráfico, no entanto, não há informações se a vítima tinha envolvimento com o crime.

Karina morreu no HPS João Lúcio, após ser socorrida por uma ambulância do SAMU.

 

‘Playboy’ executado a poucos metros dali

Horas mais cedo Yojan Ramos dos Santos da Silva, de 18 anos, vulgo “Playboy”, foi executado na noite, na rua José Clemente, na frente da Caixa Econômica, a poucos metros onde Karina foi morta.

Informações dão conta que “Playboy”, estava parado na rua, quando um pistoleiro se aproximou e disparou contra a vítima, que ainda tentou fugir, mas acabou sendo alvejado com três tiros na cabeça, morrendo no local.

Policiais da 24ª Cicom estiveram no local e isolaram até a chegada da Perícia técnico cientifica para começar as investigações. O caso deve ser investigado pela delegacia de homicídios.

Populares contaram para a reportagem que a vítima estava em liberdade há três meses e ele comandava o tráfico de drogas nas proximidades do Teatro Amazonas.