A Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf) registrou remessa de primeiras sementes desconhecidas oriundas de países asiáticos e repassou, nesta quinta-feira (8), ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Sete pacotes foram entregues ao órgão federal no estado.

De acordo com levantamento do Ministério, mais de 250 casos foram registrados em outros 24 estados brasileiros. Ainda não se sabe o motivo para o envio dessas sementes, mas autoridades desconfiam de um esquema de fraudes envolvendo lojas virtuais.

Em um dos casos das sementes notificadas à Adaf, a pessoa informou que havia realizado uma compra pela internet e de brinde um pacote com sementes misteriosas estava contido na embalagem.

Alerta do Ministério

A autarquia estadual alerta que a entrada de vegetais sem autorização traz riscos fitossanitários e que os pacotes não devem ser abertos e nem jogados no lixo.

A abertura dos pacotes e/ou semeio das sementes pode implicar na disseminação de doenças, pragas, ervas daninhas que poderão causar prejuízos econômicos irreparáveis ao agronegócio familiar e empresarial.

A pessoa que receber pelos Correios pacotes com sementes não solicitadas deve comunicar o fato imediatamente à Adaf ou ao Mapa pelos telefones (92) 99390-1750 ou 0800-704-1995, sem medo de ser penalizado. A população pode comunicar também pelo AdafOuv: (92) 99380-9174 (ligação e WhatsApp).