A polícia de Gramado-RS, procura pistas para elucidar a morte da amazonense Deyna Chayena Nunes da Silva, 29 anos, que morava em Criciúma, SC, e foi ao encontro de um homem na cidade turística do Rio Grande do Sul. De bruços e apenas com roupas íntimas, ela pode ter sido morta asfixiada, já que foi encontrado apenas um travesseiro ao lado dela, com manchas do mesmo batom que a vítima usava.

Chayena estava sem o celular e a carteira estava vazia, no chão. Antes de ser morta, mandou mensagens para amigas relatando que o o homem tinha “cara de malandro”. Como não respondeu mais às mensagens depois das 20 horas, amigas e a polícia arrombaram o apartamento e a encontraram sem vida, or volta das 23 horas.

Até o momento o crime é investigado como latrocínio.