Um homicídio registrado na madrugada de quarta-feira reabriu uma velha polêmica em Manaus. Richard da Silva Guedes, de 22 anos, tentou ajudar uma mulher que estava sendo agredida e acabou sendo assassinado a tiros, na avenida Jorge Amado, Comunidade Carlinhos da Carbrás, no Tarumã.

Richard estava em casa, quando foi surpreendido pelo matador, que acompanhado por um comparsa, usou de uma arma de covardia para matar o rapaz, pai de um filho pequeno. Nas redes sociais, muitas são as campanhas para que agressões às mulheres sejam denunciadas. Mas muitos usam o ditado de que em briga de marido e mulher não se mete a colher, e preferem não arriscar a própria pele.

Amigos e parentes lamentam a tragédia e deixam claro que Richard era um jovem do bem. “Menino de fé sem igual esse eu ainda não conhecia. Valeu, vc foi muito importante na vida do meu filho”, escreveu uma internauta na página da vítima.