Uma mulher identificada como Jacira Souza de Lima, de 32 anos, foi morta covardemente, pelas mãos do próprio companheiro, Agostinho Filho Saraiva, com 30 facadas pelo corpo. O crime brutal aconteceu por volta de 00h30, na madrugada desta segunda-feira (31), na residencia do casal, localizada na Comunidade Lago Preto, no Careiro Castanho, interior do Amazonas.

Pela manhã de hoje, o corpo chegou ao Instituto Médico Legal (IML), em Manaus, onde familiares aguardavam a liberação para realizar o velório.  De acordo com a irmã da vítima, Maria José, uma das filha sobrinhas chegou na residência dela gritando – tia, tia, o papai furou a mamãe!.

Vítima

“Eu corri pra lá. Peguei a minha irmã e ela disse assim – mana eu tô toda furada, ele me matou, acabou comigo. Olha o meu bucho está de fora, mana. Mana cuida dos meus filhos – Ela só fez virar o pescoço e não falou mais nada. Ainda carreguei ela para minha casa, mas já era tarde.”, relatou muito emocionada na porta do IML.

Jacira deixou 4 filhos, após 17 anos de casamento com o assassino, que fugiu do local do crime.

Ainda conforme relatos da família, Agostinho estava muito agressivo nos últimos dias, já que Jacira passou a se cuidar mais e por ciúmes teria matado a esposa.

O crime está sendo investigado pela Polícia Civil.