Desde de que a pandemia começou o que se viu foi um circo dos horrores nas pastas administrativas do país. É inacreditável as trapalhadas dos gerenciadores da coisa pública. Já sem crédito nenhum na mídia, a situação epidemiológica do Brasil caiu em descrédito. A bola da vez é: não tem, sem data, estamos comprando e assim vai-se enrolando o povo. Governos e prefeitura poderiam ter feito mais, isso é fato! E todos tem uma parcela de culpa.

 

DANDO MIGALHAS

Ora senhores, mas é claro que jovem de minissaia não consegue esconder o joelho. Depois dos desvios das doses da vacina, agora os idosos recebem migalhas de esperança de pequenas doses da tão sonhada imunização. Atrasado e cheio de trapalhadas, o plano de imunização da capital mais uma vez falha com os sessentões, fato é que não tem vacina para todos o grupo prioritário. E com um pingo de esperança os velhinhos esperam a sua tão almejada vez de tomar uma picadinha. Ah se trabalhassem mais e arranjassem menos culpados.

 

SOS CHINÊS

Acusados de projetar o vírus chinês pelo mundo, o Brasil agora pede socorro a quem justamente um dia já culpou. O motivo, sejamos sincero, o Brasil não tem e nunca teve gerenciamento adequado para lidar com as crises, agora o ministro preocupado com os riscos da falta de doses da vacina contra a Covid-19 acabar interrompendo a vacinação, se rende ao asiático enviando uma carta com pedido de socorro.

 

OMISSÃO DO ESCUDEIRO?

Reportagem da Folha de S.Paulo desta quarta (10) diz que existem 11 indícios de que o Ministério da Saúde e seu titular, general Eduardo Pazuello, foram omissos na crise de falta de oxigênio nos hospitais do Amazonas, em janeiro. A falta do insumo colapsou as redes pública e privada de saúde e matou dezenas de pessoas.

 

TÁ COM PRESSA?

Entregue às pressas e inacabado, o viaduto do Manoa, na zona Norte de Manaus, custou o valor de R$ 47 milhões no bolso da população. Inaugurada pelo último prefeito para em menos de 24h ser interditada, a obra é uma mostra clara das intenções de todos os políticos: se vai prestar não sei, o importante é o ‘Eu que fiz’. E agora vem dando bastante dor de cabeça para o novo prefeito, conforme laudo elaborado pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Amazonas (Crea-AM). Com graves falhas, a obra apresenta perigos.

 

O BURACO É MAIS EMBAIXO

Um caminhão engolido por uma cratera na Torquato Tapajós escancara para Manaus todos os problemas escondidos por uma fina camada de fingimento de trabalho. Se nem o chão onde se ‘pisa’ é seguro, imagina colocar a vida de milhares de pessoas nas mãos destes patifes. Deus tenha piedade.

 

Ninguém merece!!!

  • Não bastasse os inúmeros buracos nas ruas de Manaus, agora uma cratera enorme na Djalma Batista atrapalha o trânsito nada tranquilo da nossa querida capital.
  • A promessa de que todos os beneficiados iriam receber o cartão do Auxílio Manauara na porta de casa não deu muito certo, agora os contemplados têm até sábado para fazer a retirada.
  • Secretário da Seduc chama professores de desocupados e professores reagem: “Se fazendo de leso”.
  • “Fui vítima da maior mentira jurídica em 500 anos de história do país”, diz Lula
  • CBF diz que futebol ‘é seguro’ e mantém torneios mesmo com auge da pandemia