O ajudante de pedreiro Wigleison Albertino Pereira Oliveira, 23; o autônomo Antônio Miranda da Silva Junior, 27 e o caseiro Crhistian Santos de Souza, 31 foram mortos a tiros na Comunidade Val Paraíso, bairro Jorge Teixeira, Zona Leste de Manaus, na tarde desta sexta-feira (1º).

Conforme a 30ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), o primeiro a morrer foi Antônio. Que segundo o relato, estava em casa com a companheira dele quando foi chamado na porta. A vítima era monitorada por tornozeleira eletrônica, mas não foi informado por qual crime respondia.

Próximo dali mas dois foram executados, sendo uma das vítimas morta por engano, segundo os familiares. De acordo com eles, Crhistian foi morto pois estava perto do pedreiro Wigleison, o verdadeiro alvo. A dupla estava em frente a casa onde o caseiro morava quando foram alvejados com vários disparos de arma de fogo.

Os corpos das vítimas foram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML). As mortes devem ser investigadas pela Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), que não descarta a relação do crime com o tráfico de drogas.