Alguns sites, portais, blogs ou seja lá como se intitulam, publicaram nesta terça-feira uma foto desrespeitosa do cantor Mustafa Said, que morreu de infarto fulminante em casa, na cidade de Pauini. Por conta da obesidade do cantor a família teve dificuldades para encontrar um caixão adequado ao tamanho do artista, que acabou velado em cima da mesa, na casa da família. Alguém fez a foto que logo se espalhou pelas redes sociais e foi publicada em forma de “reportagem”.  Em busca de cliques e likes, muita gente anda perdendo a noção. Se fosse seu pai, esposo, filho, amigo…Você gostaria de ver a imagem dele exposta assim? Qual a necessidade? É esse o tipo de homenagem e luto que se deve demonstrar? Quem publicou a foto que responda.

 

O BRASIL DO CUPERTINO 

Mais de um ano após matar o ator Rafael Miguel, e tirar a vida dos pais do artista, o assassino Paulo Cupertino foi preso no Paraná. Fugiu, tirou RG, certidão de nascimento, e mesmo tendo a imagem divulgada em todo o Brasil passeou por aí à vontade. Esse é o típico caso que ilustra a sensação de impunidade que bandidos desfrutam no Brasil. Definitivamente alguém precisa fazer alguma coisa. Mudar a lei, aumentar a pena, equipar a polícia.

 

HOSPITAL MUNICIPAL 

Não é à toa que o eleitor anda de saco cheio dos políticos. Manaus acaba de completar 351 anos e até hoje não tem hospital municipal. Agora que é época de eleição os candidatos que estão há muito tempo no poder prometem construir um. Mas porque só agora? É por essas e outras que a palavra dos políticos caiu em descrédito. E foi nesse descrédito que Bolsonaro surgiu, cumprindo as promessas de campanha e ganhando popularidade. Mentira tem perna curta e o povo é sábio.

 

VISITAS NOS HOSPITAIS 

Governo do Amazonas nega segunda onda mas restringe visitas para que mais pessoas não peguem Covid nas unidades públicas. E também pede ajuda ao Governo Federal, que já ajudou bastante e não se nega a ajudar mais uma vez. Não é falta de conhecimento e de dados. Se a covid voltou não foi por falta de aviso das autoridades em Saúde.

 

INSEGURANÇA

O engenheiro de automação Gennyson da Silva Carvalho, de 46 anos, foi morto em Manaus durante um assalto. Reagiu e perdeu a vida. Mais um cidadão perde a vida para uma doença chamada violência, para a qual se sabe o remédio e a prevenção.  Lamentável.

 

ninguém merece

Povo anda perguntando nas redes sociais porque não pode aglomerar nas festas, mas pode nas escolas.

Ônibus também estão cheios, todos os dias. O vírus é seletivo?

Amazonense deram uma de malandro no Rio de Janeiro.

2020 está muito louco mesmo.

O lugar visto como a terra dos malandros mais espertos desde os tempos de Zé Carioca, agora é aprendiz da Manaus,