Dezembro chegou e a capital amazonense já está se preparando para as celebrações do natal, em algumas das principais avenidas já é possível ver as decorações nas casas e nas ruas, avisando que as festas de fim de ano já estão logo aí.

No entanto, a pandemia do novo coronavírus vêm alterando diversas atividades no estado desde março, e com o natal não seria diferente, diversas atividades tradicionais estão tendo alterações em suas programações para evitar aglomerações e a propagação do vírus.

Programação da Prefeitura

O “Natal do Abraço” é organizado anualmente pela prefeitura com três eixos de atuação para celebrar o natal: o “Espírito de Natal”, as “Noites Felizes” e os “Almoços Solidários”.

O eixo “Noites Felizes” prevê a realização de programações artísticas e culturais, mas em decorrência da pandemia da Covid-19, as apresentações não serão realizadas, evitando assim aglomerações.

Em anos anteriores, o “Noites Felizes” proporcionou que grupos de corais ou de teatro formados por estudantes de escolas municipais, estaduais e grupos de idosos, se apresentassem em espaços públicos municipais.

Os “Almoços Solidários” também sofreram alterações. Realizados nas cozinhas comunitárias, a ação atende pessoas em situação de rua e em vulnerabilidade social, permitindo que essas famílias possam desfrutar de uma ceia natalina completa, além de apresentações culturais.

Neste ano, em virtude da pandemia, o formato dos almoços também será modificado. Os usuários das cozinhas comunitárias não ficarão nos espaços das cozinhas, eles pegarão suas marmitas e irão fazer a refeição em outro local.

Decoração de Natal

Uma das ações natalinas da prefeitura que não teve alterações foi o “Espírito Natalino”, que é voltado para a ornamentação da cidade, com instalação de luzes, guirlandas e enfeites nas ruas, avenidas, viadutos.

Além disso, quatro grandes árvores de Natal serão instaladas na Praça da Matriz, no complexo turístico Ponta Negra, na rotatória do Produtor e na entrada do bairro da Cidade Nova, na confluência das avenidas Torquato Tapajós e Max Teixeira.

Acesa primeira árvore de natal

A primeira das quatro grandes árvores de natal na capital amazonense já foi acesa em uma ato simbólico na praça da Matriz, em frente à Catedral Metropolitana de Manaus.

Pelo quarto ano consecutivo, o artista plástico parintinense Juarez Lima é o responsável pela concepção da árvore da Matriz e por outras que vão iluminar a cidade nesse período. Batizada como “Árvore da Fé”, o conceito do projeto traz a imagem de Nossa Senhora, incorporada ao design da estrutura da árvore, desde a base até seu ponto mais alto.

“Essa árvore em frente à igreja de Nossa Senhora da Conceição é uma verdadeira contemplação de fé e de esperança em um momento tão difícil pelo qual estamos passando, mesmo que tenhamos passado por momentos extremos ou perdido pessoas especiais. Aqui, onde todos que estiverem chegando e saindo da cidade vão ser recebidos por Nossa Senhora”, explicou Juarez.

Um Sonho de Natal

A Nova Igreja Batista realiza neste ano, entre os dias 12 e 27 de dezembro, a 19ª edição do culto “Um Sonho de Natal”, uma celebração religiosa especial que vem encantando os manauenses desde 2002, com música, teatro e danças.

Neste ano, o culto terá a temática medieval, com castelos, príncipes e princesas. O espetáculo também será apresentado em dois lugares ao mesmo tempo, no tradicional auditório da Nova Igreja Batista na Av. Torquato Tapajós, e no Auditório da Nova Tabernáculo Batista, na Cachoeirinha.

A peça é gratuita e irá seguir as medidas sanitárias para minimizar a propagação do vírus. O evento terá vagas limitadas, e quem quiser comparecer deverá fazer uma inscrição no site nib.org.br para que não haja superlotação.