Um auxiliar de serviços gerais, de 25 anos, foi preso após ter rompido a tornozeleira, por onde era monitorado após ter agredido a própria esposa, de 31 anos. A detenção aconteceu na manhã de segunda-feira (29), no bairro do Nova Esperança.

Segundo informações da delegada Débora Mafra, titular da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM), o homem desligou o dispositivo 5 dias após ter recebido o alvará de soltura para infernizar a vida da, agora, ex-mulher.

O suspeito vai voltar para atrás das grades e responderá todo processo em regime fechado, para aprender a não bater em mulher e seguir a ordem da Justiça.