O medo de pegar chifre acabou fazendo com que um homem de 31 anos, fosse levado para conversar baixinho com a Delegada Débora Mafra, titular da Delegacia da Mulher em Manaus. O único problema, é que Mafra não tolera agressões contra o público feminino. O caso aconteceu na terça-feira (16), no bairro do Tarumã.

Conforme a delegada, a companheira do suspeito foi quem fez a denúncia depois de ter sido agredida e ter o celular subtraído pelo marido, que cometeu o crime após pensar que ela estaria conversando com outro homem ao telefone.

“Ele desferiu socos no rosto e na costela da vítima, proferiu palavras ofensivas e a ameaçou de morte. Com base nisso, iniciamos as diligências e obtivemos a localização dele, naquele mesmo bairro. Fomos ao local, efetuamos a prisão dele e recuperamos os aparelhos celulares”, relatou a delegada.

O homem foi autuado em flagrante pelos crimes de ameaça, injúria, lesão corporal e furto no âmbito da violência doméstica.