A cada dia que passa novidades sobre o que de fato aconteceu com a adolescente Lenita Silva da Silva, que tinha 14 anos e foi executado no dia 23 de maio deste na rua Carlota Bonfim, ramal da Praia Dourada, bairro Tarumã, zona oeste capital.

Na noite desta segunda-feira (13), passou a circular nas redes sociais um vídeo do momento em que a adolescente foi assassinada, nas filmagens dá para ouvir a menina implorando pela vida com um tom de desespero na voz.

“Por favor Matheus, não me mata não Matheus, por favor! Só dá-lhe na minha costa, mas não me mata não”, chora Lenita implorando pela vida. Uma segunda voz diz: “Só faz jogar ela pro mato, dá-lhe e joga no mato”. É possível ver que a arma falha algumas vezes, mas em seguida o som dos disparos são ouvidos.

“A jovem foi morta e jogada no bairro Tarumã. Tivemos acesso ao conteúdo do celular da vítima e ela teria falado com este indivíduo por meio de uma rede social, posteriormente ele desativou a conta nessa rede social. João Matheus teria sido a pessoa que foi buscá-la para ir supostamente a uma festa. Na ocasião, ele estava em um carro, modelo Gol, de cor vermelha”, explicou Paulo Martins.

João Matheus, que é a pessoa a quem a menina implora pela vida chegou a se apresentar na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) no entanto sem provas concreta, até esse vídeo, o delegado teve que liberá-lo.

 

 

Vídeo: