Uma jovem que terá a identidade preservada, relatou com exclusividade ao jornal Maskte, os momentos de terror que passou durante uma tentativa de sequestro que sofreu na noite desta quinta-feira (7), em uma das ruas do bairro Parque Dez de Novembro.

“Eu estava chegando de Uber na casa de uns amigos, estava aguardando abrir o portão pra mim, quando eles me abordaram e já me puxou pelo meu braço duas vezes, mas não conseguiu e puxou o celular da minha mão. Ele puxou muito forte”, revela a jovem.

De acordo com a vítima, ela viu duas pessoas dentro do veículo, um motorista e o passageiro que tentou pega-la. Na hora ela gritou por ajuda e os vizinhos foram em seu socorro. A garota ligou para a polícia, mas não conseguiu atendimento.

“O atendente chegou a dizer que não podia estalar os dedos e aparecer uma viatura na frente da minha casa, pois poderia faltar viatura para outro crime” conta ela que complementa “Eu fiquei até 3h da manhã, mas ninguém apareceu”.

Motorista de Aplicativo se mobilizaram e fizeram uma varredura no local, mas não encontraram nada suspeito.