A Justiça derrubou a liminar que suspendia a interdição da cervejaria artesanal do bairro Cachoeirinha, zona Sul, que havia sido flagrada durante fiscalização da Vigilância Sanitária com fezes de rato.

A fiscalização aconteceu em junho deste ano e apontou que 1,8 tonelada de malte apresentava alteração, com embalagens furadas e contaminadas com fezes de roedores, além de outras irregularidades.

Os proprietários do estabelecimento entraram com um mandado de segurança suspendendo a interdição, mas a Procuradoria Geral do Município recorreu da decisão e agora a Vigilância Sanitária poderá retomar o processo administrativo do caso.