Após ceder e resolver flexibilizar o decreto que fechou o comércio em Manaus, o governador Wilson Lima foi às redes sociais e disse que não pode conter a pandemia sozinho. “O combate ao coronavírus é de responsabilidade de todos. Faça você também sua parte!”, escreveu. O empresários terão de assinar um termo de ajustamento de conduta para que o decreto entre em vigor nesta segunda.

Terão de dar transporte para os colaboradores, máscara, álcool gel e prestar assistência médica em caso de contaminação. “Também estive reunido com representantes do comércio e outros segmentos do setor produtivo. Sempre estivemos abertos ao diálogo e dessa vez discutimos um caminho de equilíbrio entre a diminuição da transmissão de Covid-19 e a manutenção parcial das atividades econômicas. Construímos uma proposta que flexibiliza o funcionamento do comércio, shoppings, restaurantes e outros serviços em horários específicos, que ainda estão sendo debatidos com cada segmento. Por outro lado, os setores se comprometeram em ajudar o Governo na conscientização, controle, fiscalização e outras ações de enfrentamento à pandemia. Esses compromissos serão formalizados em um Termo de Ajustamento de Conduta entre as associações representativas e o Ministério Público”.

O decreto vai até o dia 11 de janeiro, quando os dados de contaminações serão revisados para um novo passo.