Dois bandidos, identificados como Fábio Vivan, de 38 anos, e José Viana, 34, pouco se importando com a dor alheia, tentaram explorar famílias vítimas da Covid-19, se aproveitando do desespero dela para encontrar cilindros de oxigênio. Segundo a polícia, os suspeitos pintaram extintores de incêndio e anunciaram em um site de compra e venda. A dupla foi presa.

 

Uma das vítimas acionou a polícia na tarde desta quarta-feira (27), após marcar encontro com a dupla na alameda Cosme Ferreira, no bairro Coroado, na Zona Leste da capital.

 

De acordo com 11ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), a vítima relatou que os equipamentos foram anunciados em um site de venda por 1,2 mil, cada. No entanto ficou desconfiada da procedência do material.

 

No local do encontro, marcado próximo a um supermercado, os dois chegaram em uma motocicleta transportando os extintores. “os suspeitos fabricavam cilindros de oxigênio, com o uso de extintores de incêndio, falsificando produtos cuja finalidade seria medicinal, incorrendo no crime tipificado como estelionato”.

 

Os suspeitos foram reconhecidos por uma vítima. Eles foram presos em flagrante pelo crime de estelionato. O caso foi apresentado no 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP). Em depoimento, a dupla alegou que vendia os produtos a mando de uma terceira pessoa.